Like

Como manter o cabelo com progressiva sempre hidratado?

Linha especial da Bio Extratus une argan, cártamo e queratina vegetal para recuperar os danos causados pelo procedimento químico

Como é bom aquele dia em que você tem escova progressiva marcada no salão, né? Depois de algumas horinhas, o cabelo sai de lá lisinho e você já não fica mais tão refém da chapinha e do secador. Nos primeiros dias, as madeixas ficam impecáveis. Mas com o tempo, não há progressiva bem feita que aguente: o cabelo começa a ressecar, a raiz cresce e os efeitos colaterais da química, como o enfraquecimento dos fios, dão o ar da graça. E de nada adianta um cabelo liso, mas nada saudável! Então, como conciliar essas duas coisas?

Foi pensando em recuperar os cabelos danificados pela progressiva, que a Bio Extratus uniu argan, cártamo e queratina vegetal numa fórmula que traz a vivacidade de volta depois de um procedimento químico. Sabia que essa combinação pode, além de hidratar e reconstruir, aumentar a durabilidade do efeito liso? Isso é possível por causa dos ativos que a natureza proporciona. Por exemplo, nas amêndoas e frutos secos é possível encontrar a Argania spinosa, de onde é extraído o famoso óleo de argan. Esse “elixir” veio do Marrocos e ficou conhecido no mundo todo pela capacidade de criar uma película protetora no fio.

Outro potente ativo é o Carthamus tinctorius L. O nome científico é complicado, mas a ação é simples: o cártamo é um “primo” do girassol, que gera um óleo rico em ácidos graxos essenciais, com alto teor de ômega 3 e 6. Ele é importante para a saúde do couro cabeludo. Sem falar na ação nutritiva da queratina vegetal que é uma combinação de polímeros condicionantes com aminoácidos de cereais como sementes de arroz, soja, trigo e milho.

Isso tudo compõe a Linha Pós-Progressiva com shampoo, condicionador, máscara hidratante e finalizador. E com uma característica bem diferente: o shampoo dessa linha, que é o primeiro da Bio Extratus com fórmula sem adição de sal, promove uma lavagem que não produz espuma!

Mas, segundo Leticia Fabian Barbosa, diretora comercial da Bio Ativos, distribuidora da marca Bio Extratus para as regiões Oeste, Sudoeste, Centro-Oeste e Campos Gerais do Paraná, a limpeza é garantida. “Nesse caso, os sulfatos foram substituídos por tensoativos vegetais, mais suaves. Eles formam uma quantidade menor de espuma, mas têm uma ação equilibrada que mantêm o poder de limpeza eficiente, aumentando a durabilidade da progressiva e evitando o desbotamento da cor do cabelo”, detalha Leticia.

E uma das dúvidas recorrentes: mas esses componentes oleaginosos não causam oleosidade ao cabelo? Quando todos os ingredientes são combinados com equilíbrio, não! Os óleos contidos nas fórmulas da linha Pós-Progressiva estão dosados para fornecer nutrição e emoliência sem pesar os fios.